top of page

E ai, ficar, fugir, o que fazer?



Na prática, o momento presente nem sempre é um lugar de descanso e relaxamento.

E ai, ficar, fugir, o que fazer?


Quando estamos nos sentando para praticar “abertos” e curiosos ao que surgir e liberando as expectativas de calma e relaxamento, estamos deixando de lado a resistência ou a resposta habitual de nos afastarmos do que nos incomoda. Importante aqui é observarmos as atitudes que estamos cultivando na experiência de deixar estar e não a de querermos mudar ou controlar para que seja do “nosso” jeito. O treino é simples, podendo ser desafiador, pois estamos “quebrando” padrões condicionados de respostas que já são habituais no nosso dia a dia e que nem temos consciência na maioria das vezes.


A prática regular de atenção plena nos ajuda a aprender a lidar com os sentimentos difíceis sem julgá-los, suprimi-los ou encorajá-los. Estamos nos permitimos sentir e reconhecer nossas preocupações, irritações, memórias dolorosas e outros pensamentos e emoções difíceis.


Vamos nos sentindo seguros em permanecer com paciência de que tudo está ok no seu próprio tempo, aprendendo a confiar no corpo e sua capacidade de se regular quando nos sintonizamos com as sensações presentes e notamos a transitoriedade e a transformação dos sentimentos, a capacidade de soltarmos e não ficarmos identificados com os pensamentos.


Tudo isso colabora para uma visão mais clara do que estamos vivendo, as causas do estresse e preocupações e como podemos conviver melhor apesar de estarem ali, e assim, conseguimos ter mais condições de responder com assertividade sem sermos sugados e aprisionados pela situação.


A prática da meditação de atenção plena (mindfulness) realmente pode nos colocar em contato com nosso estresse e ansiedade, e é por isso que pode ser tão útil para desenvolvermos habilidades de resposta diferentes do que estamos vivenciando, daí a mudança.


Mindfulness não é uma panaceia. No entanto, é importante dizer: tem sido estudado por vários pesquisadores pelo mundo sobre os impactos positivos do cultivo dessa prática para o nosso bem-estar e qualidade de vida.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page