top of page

Mindfulness e a Qualidade do Sono


O sono é um componente extremamente importante para nosso bem-estar geral. Uma boa noite de sono pode mudar a forma como interagimos no mundo, elevando o humor e melhorando a concentração.


Estudos demonstraram que a atenção plena pode ser pelo menos tão eficaz quanto outros tratamentos altamente recomendados para a insônia. O estado de aceitação e consciência invocado pela prática regular ajuda a reduzir o sofrimento psicológico e melhorar a ruminação e a regulação emocional. Em um nível biológico, a meditação desacelera a frequência cardíaca e a respiração e reduz os níveis de cortisol, o hormônio do estresse. A longo prazo, a resposta de relaxamento reduz a inflamação relacionada ao estresse e estresse oxidativo e melhora a resistência à insulina.


Mindfulness envolve focar no presente e dar boas-vindas aos pensamentos e emoções de uma maneira aberta e sem julgamentos. Ao treinarmos as práticas de atenção plena com regularidade fortalecemos nosso “músculo da atenção”. Podemos reconhecer os pensamentos negativos ou ruminativos que nos prendem em histórias e ficam “rodando” na nossa cabeça, impedindo nosso sono. Desenvolvemos habilidades e atitudes para “estarmos com o que é” trazendo benefícios poderosos para domar pensamentos ansiosos, acalmar a mente e promover uma boa noite de sono.


Algumas dicas que podem contribuir para uma boa noite de sono:

  • Meditar diariamente para desenvolver as habilidades e, se possível, fora da cama. Criar um “cantinho” para a prática é o ideal. Se conecte com o corpo notando as sensações presentes e como está a respiração, permitindo que tudo que esteja presente seja exatamente como está.

  • Movimentos conscientes, alongamentos leves que liberam tensões do dia.

  • Melhorar a " higiene do sono " é um boa pedida - incluindo ir para a cama no mesmo horário todas as noites, cuidar para que o quarto esteja escuro e silencioso na hora de dormir, evitar bebidas energéticas e cafeína, criar rituais para dormir (como um banho mais quentinho, colocar um pijama confortável, ler um livro, automassagens, colocar os dispositivos e conexões eletrônicas “para dormir, aromas calmantes para quem aprecia”). O importante é cada um adaptar suas práticas de higiene do sono para atender às suas necessidades.

Importante pontuar que mindfulness não é panacéia e que pessoas com problemas de sono persistentes devem procurar orientação médica pois existem vários fatores a serem investigados.

Fique atento nos próximos treinamentos ou entre em contato nos dizendo sua necessidade.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page