top of page

Como permanecer presente nas refeições?



Comer é uma parte muito importante da nossa vida, no entanto, é muito fácil nos desconectarmos desse processo que fazemos diariamente e várias vezes ao dia, ainda mais com a correria do dia a dia ou quando estamos sobrecarregados tanto físico como emocionalmente.


Podemos descobrir que estamos feitos “zumbis” quando nos sentamos para comer, isso quando nos sentamos. Podemos ficar “fisgados” nos pensamentos e nem temos consciência do momento em que nosso prato estava cheio, e no outro, já completamente vazio. E, ocasionalmente, podemos de repente perceber a pergunta: o que aconteceu? Parece uma anestesia dos sentidos: não sentiu sabor, aroma, o toque o prazer, se estava saboroso ou não, muito menos os sinais do corpo, da fome e saciedade. O indicador geralmente é o prato vazio.


A maneira como nos relacionamos com a comida é um reflexo de como nos relacionamos com nosso ambiente, nossas emoções e nossa própria pessoa. Desde muito jovens, temos muitas emoções ligadas à alimentação, como carinho ou estresse, tipo de comida e quem preparou, datas especiais e hábitos culturais e familiares.


Quando comemos com atenção plena nos tornamos mais conscientes de nossas ações, pensamentos, sentimentos e motivações, reconhecendo nossos padrões criando novas possibilidades para transformar tudo o que nos incomoda, agindo de uma forma mais assertiva.


Podemos mudar a maneira mecânica e automática de comer, estabelecendo uma prática regular de atenção nos momentos que vamos nos alimentar. A possibilidade de trazer uma intenção de cultivar uma maior conexão e cuidado conosco no momento, nos sintonizando com as necessidades do corpo e nos respeitando, com consciência das escolhas.


O antídoto para o estado “zumbi” em primeiro lugar é trazer uma intenção para o momento, deixando de lado outros afazeres e distratores. A lembrança de que sempre podemos pausar por algumas respirações e nos voltarmos para o que está presente no momento, sentindo os sinais do corpo e aguçando a curiosidade de explorar tudo- aromas, cores, formatos, sabores, sons. Toda vez que perceber que a mente se distraiu e estamos comendo de forma automática, reconhecemos e voltamos novamente a sentir o corpo e nos conectamos novamente com a comida e as sensações presentes.


Quando estamos atentos podemos:

  • fazer escolhas alimentares intencionais e conscientes substituindo decisões automáticas ou por conveniência.

  • Abandonar velhos hábitos não saudáveis

  • Podemos manejar o estresse e outros gatilhos que nos impulsionam a “comer”

Esse treino continuado e com atitude gentil e curiosa vai incorporando em nós o estado de presença, tendo como resultado mais saúde e qualidade de vida.


Oferecemos treinamentos de Mindful Eating- Cultivando o Comer consciente em formato individual e em grupos. Estamos à disposição para mais informações.


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page